Palestra sobre Indústria 4.0 na Acit reforça tendência inevitável ao setor industrial

18 | maio | 2017

 

Ronald Dauscha

Inovação. Esta é a palavra-chave para definir Indústria 4.0, tema que tem ganhado destaque nos últimos anos, no cenário das grandes indústrias. Conhecida como 4° Revolução Industrial, este foi o foco da palestra de Ronald Martin Dauscha, presidente do Conselho Latino Américo de Inovação, Excelência e Qualidade (CLAEQ), durante evento que integra o Mês da Indústria, realizado na noite de quarta-feira (17).

O evento, promovido pela Associação Comercial e Empresarial de Toledo (Acit), em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR) e Confederação Nacional das Indústrias (CNI), contou ainda com a participação do palestrante Marcelo Pinto, engenheiro eletrônico, com carreira dedicada à Excelência Operacional nas Indústrias, por meio de soluções de tecnologia da informação (TI) para Manufatura e Automação Industrial.

A temática Indústria 4.0 trouxe uma série de reflexões aos empresários do setor, colaboradores, estudantes e parceiros do evento, que juntos, somaram aproximadamente 400 pessoas no auditório da Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUC-PR), campus Toledo. Dentre elas, a vantagem competitiva, agregada a evolução contínua da tecnologia, como a Internet das Coisas (IOT), que conecta objetos físicos, ambientes e máquinas à rede mundial de computadores, a fim de desenvolver a praticidade da cadeia produtiva.

Outro ponto colocado em análise durante a palestra foi a modernização da mão de obra na Indústria 4.0, ou seja, a substituição de esforços manuais pela automatização, com uso de máquinas e robôs. Dessa forma, os profissionais deverão estar capacitados para cargos estratégicos, com competências voltadas às indústrias inteligentes.

Para o palestrante e presidente do Conselho Latino Américo de Inovação, Excelência e Qualidade (CLAEQ), Ronald Martin Dauscha, o momento é de adaptação nas indústrias de todo o mundo. “Não há como fugir ou evitar. Não poderá ser realizada uma pequena mudança, mas sim uma evolução radical e total. Com uma visão estratégica, é necessário realizá-la de forma antecipada, principalmente no Brasil, a fim de recuperar atrasos de décadas”, frisa.

A diretora de Indústria da Acit, Cleonice Malheiro, ressalta a importância de debater a temática, ainda muito recente no cenário brasileiro. “A Indústria 4.0 é um conceito que foi criado na Alemanha, em 2014, com o objetivo de otimizar a indústria, reduzir custos, tornando-a ainda mais competitiva. Para nós é uma satisfação debater a tônica, estamos sendo privilegiados em ter acesso ao conhecimento”, conta.

O palestrante Marcelo Pinto, reforça que o mundo está caminhando para as plataformas digitais, principal item da modernização nas indústrias. “A tendência é em breve estarmos com todos os sensores conectados à internet, as tecnologias estão convergindo para conectar tudo nessa plataforma, com vários aplicativos à disposição. São tecnologias ao alcance de nossas mãos, como o primeiro grande passo para introduzir-se na nova era, que é conectar um software que liga os sistemas de gestão, o que de fato, é um caminho manjado e bastante conhecido, com baixo investimento, tendo em vista os altos retornos”, enfatiza. 

Para finalizar as comemorações do Mês da Indústria, no dia 24 de maio acontece um jantar voltado aos industriais. O evento promovido pelaFederação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Serviço Social da Indústria (Sesi),será no Recanto Verde.

Fonte: assessoria de imprensa Acit

FACIAP – Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná
Rua Heitor Stockler de França, 356 - Centro Cívico - 80030-030 - Curitiba/PR
Fone:(41) 3307-7000 - email: faciap@faciap.org.br