Conectadas: o impacto da tecnologia nos negócios

5 | outubro | 2017

 

lidere

O Conselho da Mulher Empresaria (CME), da Associação Comercial e Industrial de Londrina (ACIL), marcou presença no Lidere 2017, apresentando a Trilha de Interação “Conectadas: o impacto da tecnologia nos negócios”. Três representantes da diretoria do CME relataram os problemas e as soluções da nova era digital e apresentaram um case de sucesso de empresa que está usando as tecnologias a favor da gestão.

Gabriela Guimarães, diretora de Formação e Desenvolvimento do CME

“Hoje temos mais de uma geração trabalhando juntas na empresa e você precisa se adaptar, ter flexibilidade de como usar a tecnologia. Os integrantes da geração Milenium querem tudo muito rápido, os de outras gerações precisam descobrir as novidades. É preciso eliminar o conflito de gerações porque ele pode trazer o individualismo e a falta de alinhamento entre os departamentos. A tecnologia ajuda nesta crise porque ela entra na gestão de pessoas, na parte de comunicação interna e na gestão estratégica de processos. Por exemplo, na área de gestão de RH, é possível contratar softwares para fazer recrutamento e seleção, através de uma otimização de processos. As pessoas passam a interagir melhor. O que muda de uma empresa que está conseguindo usar a tecnologia para uma que não é simplesmente a visão e acultura do empresário e da diretoria estratégica, porque eles precisam entender e passar os valores, a missão, o legado que querem deixar para todos os colaboradores e uma das meneiras de fazer é através da comunicação interna, por um grupo de whatsapp é possível fazer um alinhamento entre as pessoas e engajamento coletivo. Um colaborador que fica muito na internet, ele não comprou a ideia da empresa, e para ele confiar, precisa entender o que ele está fazendo ali e se sentir pertencente. Já a parte de gestão de processos você vai trabalhar softwares que você tem metas, indicadores em tempo real”.

Rosemara de Oliveira Santos, diretora de Assuntos Comerciais – case Fedhora semi-jóias

As mídias sociais alavancam a empresa, você consegue traçar o perfil do seu cliente. A gente utiliza as redes sociais para encantar o cliente e depois trabalhamos nossa equipe para fidelizá-lo, temos que após atrair este cliente para nossa loja, mostrar o nosso diferencial e a qualidade dos nossos produtos.

Sheila Dal Ry Issa, vice-presidente do CME

“É preciso observar que há um novo comportamento do consumo, onde as pessoas estão o tempo todo conectadas com a tela do celular, e compram após se informarem sobre tudo pela internet. “Assim, é importante o uso das redes sociais para se aproximar dos clientes para encantá-los. Todas as formas de comunicação, seja site, facebook, loja física, whatsapp devem estar alinhadas e ao mesmo tempo ser ágeis porque hoje tudo é muito dinâmico.”

Fonte: assessoria de imprensa ACIL

FACIAP – Federação das Associações Comerciais e Empresariais do Estado do Paraná
Rua Heitor Stockler de França, 356 - Centro Cívico - 80030-030 - Curitiba/PR
Fone:(41) 3307-7000 - email: faciap@faciap.org.br